Secadores de liofilização

De instalações piloto high-tech até instalações de produção muito eficientes

Secadores de liofilização - OPTIMA pharma
Líquidos farmacêuticos sensíveis frequentemente exigem prolongamento da validade pela liofilização. A marca Klee oferece soluções para todas necessidades com uma ampla gama de máquinas: Desde instalações piloto high-tech até instalações de produção muito eficientes para frascos, seringas, ampolas individuais ou a granel.

Os modernos edifícios de produção da Optima Pharma trazem tecnologias da mais nova geração. Os seguintes meios estão disponíveis para todos os processos necessários: Vapor puro, água CIP e nitrogênio líquido. Com isso, é possibilitada uma operação dos equipamentos de liofilização sob condições originais. A estrutura, o comissionamento e o FAT são realizados em um edifício de 2 andares. Isso possibilita o teste e a aceitação em condições reais. Assim, tempo preciso é economizado no comissionamento no local, na qualificação (IQ, OQ) e no teste final de potência (SAT). 
Baseado em processos
Engenharia em 3D
Orientado para as fases
Desenvolvimento de projeto
IQ/OQ/PQ
Garantia de qualidade
Integração nos
Equipamentos completos

Mais informações

Obtenha mais informações sobre os equipamentos de liofilização, soluções e serviços da OPTIMA pharma.

Equipamentos de liofilização da OPTIMA pharma

Orientados para o futuro, inovadores e de acordo com as suas necessidades individuais

Equipamentos de liofilização

As suas necessidades são o foco

A concepção de novos equipamentos e a modernização de sistemas existentes depende de muitos fatores. São considerados os requisitos do processo, as características do produto e as condições espaciais. O nível desejado de automação (manual, semi automático ou completamente automático) é decisivo para a seleção do sistema de carregamento desejado. Optima Pharma oferece a solução certa para as suas exigências. Estrutura, teste e IBN do sistema de carregamento/descarregamento e equipamentos de liofilização podem ser realizados em Mornshausen.

Equipamentos de liofilização

Tecnologia mais moderna de construção

Com a tecnologia mais moderna, a Optima possibilita a concepção de equipamentos em condições reais. Tanto equipamentos “Single Floor” como equipamentos de dois andares podem ser adaptados na arquitetura do cliente e é possível simular interferências. A montagem/desmontagem e o transporte dos equipamentos é preparada integralmente no edifício. Os equipamentos são levados do edifício de produção em caminhões fechados. Isso garante um fornecimento ideal para o cliente e acelera a instalação no local, economizando tempo precioso até o lançamento do produto.

Lyophilization Process Technology

Segurança do processo e eficiência em foco. Entrevistado: Stephan Reuter, CEO da Optima Pharma

Como funciona um equipamento de liofilização?

Informações sobre a liofilização e os seus processos

A liofilização ou criodessecação é um processo de desidratação suave para produtos de alta qualidade. Na liofilização, os cristais de gelo são sublimados diretamente sem transição para o estado líquido. O produto final da liofilização é chamado de liofilizado. A liofilização na indústria farmacêutica é realizada como um processamento em lote.


Procedimento

Normalmente, o equipamento de liofilização é composto de dois recipientes. O recipiente da câmara e o recipiente do condensador estão conectados entre si por uma válvula intermediária. O produto que deve ser desidratado é aquecido e refrigerado em bandejas, e congelado sob pressão atmosférica. No condensador, são montadas bobinas que passam diretamente por uma injeção de líquido de arrefecimento ou por uma salmoura fria.


Secagem primária

Na etapa de secagem primária, a água presente no produto é sublimada. Isso baseia-se no princípio de que a água no estado congelado possui uma pressão de vapor suficientemente elevada para ir diretamente do estado congelado para o estado gasoso. Para isso, é aplicado um vácuo. Na sublimação, a energia é absorvida. Como essa energia é obtida a partir da temperatura ambiente, a temperatura das superfícies de montagem é reduzida durante o processo. Para manter a temperatura constante, bastante calor é adicionado sobre as superfícies de montagem, porque ele será absorvido pela água como energia de sublimação. Durante o processo de secagem, a atmosfera nas câmaras é quase que apenas vapor de água, o que se reflete no gelo nas serpentinas do condensador. 


Secagem secundária

No processo seguinte, é realizada a secagem secundária, na qual água quimicamente combinada é removida do produto através de um aquecimento adicional. A refrigeração das superfícies de montagem é realizada através de trocadores de calor que são conectados ao sistema primário de refrigeração, e o condensador pode receber líquido de arrefecimento diretamente. As temperaturas dos condensadores ficam normalmente entre -75 °C e −90 °C. A descongelação do condensador é realizada com vapor no vácuo.